Tenha empatia
Crônicas

Tenha Empatia

“Às vezes eu olho para as pessoas e tento entende-las não só como estranhos. Eu imagino o quanto se apaixonam ou quantas vezes tiveram o coração partido.”

– Her

Essa é a coisa mais difícil do mundo, se colocar no lugar de alguém, tentar imaginar o quanto ela já sofreu ou o quanto ela já foi feliz, o quanto já amou ou o quanto se decepcionou. E isso é engraçado porque todos nós temos um coração, todos nós já nos magoamos, todos nós já choramos. Chega a ser estranho essa nossa resistência de olhar o outro com amor, se nós sabemos muito bem pelo o que ele passa.

Como seres humanos nosso dever é aceitar o outro, ajuda-lo, entende-lo. Mas o que eu mais tenho visto por aí é ódio disfarçado de interesse, de amizade e infelizmente, de amor. Ninguém se importa mais se o outro ficará magoado ou não, tudo se tornou irrelevante. É como se tivessem cauterizado o coração de 85% da população mundial e só tivesse sobrado o caos.

E isso é complicado porque nós precisamos uns dos outros, nós precisamos de pessoas, de afeto, de cuidado. Quanto mais eu penso nisso mais eu chego à conclusão de que nós precisamos mudar, nós precisamos parar de ser insensíveis com os problemas alheios. Quando você ver alguém passando por uma situação complicada, estenda as mãos, se fosse com você, você não gostaria de ter apoio?

Então! Apoie. Se coloque no lugar do outro, tente olhar para a situação com os mesmos olhos que ele. Não vá na onda dessa geração que só olha para o próprio umbigo, que acha bonito pisar no outro e fingir que nada aconteceu. Seja diferente, plante amor, seja solidário, não somente com aqueles que estão ao seu redor, expanda suas fronteiras, existem mais pessoas que precisam de você do que você imagina.

E por mais que esse mundo cruel tente te moldar nos padrões dele, não aceite, continue firme na bondade, no amor e no respeito por cada ser que existe nesse planeta. Todos nós estamos no mesmo barco, se cada um fizer a sua parte, com certeza conseguiremos viver bem melhor do que temos vivido.

(…)

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.