Amor coração partido
Contos

Eu Estou Assustada

A caneca de café está fria em cima da cômoda, aquela cômoda retrô que nós compramos pela internet, nós não, eu comprei, você a odiou assim que a viu. Eu odeio café e você sabe disso desde o nosso primeiro encontro, quando você me levou a sua caneca da Starbucks cheia de flores que você pegou do jardim do seu vizinho, porque não tinha dinheiro para comprar um buquê, eu me apaixonei por você naquele instante.

E se o café tem estado em cima da cômoda nesses últimos dias é porque desde que você foi embora há duas semanas atrás, eu não saí para fazer compras e a única coisa que sobrou no armário foram as dezenas de pacotes de café que você comprou para saciar o seu vício. Eu também não paguei a conta de luz, e sim, eu estou no escuro, logo eu que morro de medo de escuro. Eu nunca pensei que faria isso um dia, mas estou usando todas as velas aromáticas que você me deu em todos os anos em que ficamos juntos, eu não gosto do cheiro dessas velas, mas olhando para o apartamento nesse momento, posso ver a beleza que você via nelas.

É engraçado como as coisas são, um dia você está no topo, no outro, no chão. Lembra daquela nossa viagem pra Niterói? Eu fiquei morrendo de raiva de você naquele dia, não foi justo me obrigar a cantar “What a Wonderful World” naquele karaokê de terceira, na frente de todo mundo. E eu te odiaria pelo resto de nossas vidas se você não tivesse me dado aquele anel, feito com a tampa do suco que você estava bebendo e me pedido para dividir o apartamento com você, foi loucura, eu sei, mas estranho seria se eu não tivesse aceitado.

Eu sabia que não daria certo, eu sabia que um dia esse apartamento ficaria pequeno demais para comportar os seus grandes sonhos, sonhos que não eram meus. A culpa não é sua, eu entendo, e eu não te culpo por sair por aquela porta decidido a correr o mundo, eu te culpo por ter me feito pensar que eu seria o seu mundo.

Eu sempre brigava com você para me deixar dormir do lado direito da cama, e hoje eu entendo por que você nunca deixava, a vista pela janela é tão linda, a noite, os carros, as luzes, fazem essa janela parecer mágica. Eu estou assustada, olhando para o seu lado do guarda-roupas, ele ficou enorme e eu nem tenho tantas roupas assim. Mas eu estou mais assustada com o silêncio que se instalou aqui dentro, sinto falta de você cantando as músicas do Pearl Jam quando estava tomando banho, e sinto falta do cheiro do perfume que você usava.

São cinco e meia da manhã e enquanto as pessoas estão acordando, eu estou indo dormir, vou dormir o dia todo e quando a noite finalmente chegar, eu estarei aqui, lembrando de todos os momentos felizes que nós passamos juntos e eu vou sorrir, porque por mais que seja difícil viver sem você agora, a nossa história foi linda e vai continuar fazendo parte de mim e da minha memória.

(…)

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.