O Primeiro Amor Nunca Morre
Músicas

O Primeiro Amor Nunca Morre

First Love Never Die é uma música da cantora Soko, e a música, assim como a cantora, é incrível. A canção é basicamente uma declaração de amor de alguém que ainda pensa em seu primeiro amor. Ela faz alguns questionamentos, diz que está com saudades e que faz muito tempo que ela não vê a pessoa em questão, além de dizer abertamente que nunca mais amará novamente.

Depois de assistir o clipe, resolvi ler os comentários e fiquei surpresa com a quantidade de pessoas que ainda pensam com carinho em seus primeiros amores. Algumas pessoas lembram com tristeza porque tiveram seu relacionamento destruído, outras dizem que seguiram caminhos diferentes e ainda existem as pessoas que foram separadas de seus primeiros amores pelos pais.

De todos os comentários, um chamou mais a minha atenção, um senhor diz que faz quarenta e seis anos desde que os pais da primeira namorada dele os separou.  E ele diz que fez uma promessa a ela, nunca deixar de amá-la, mesmo não podendo estar com ela. Os anos passaram, ele teve inúmeros relacionamentos, filhos, netos, mas conseguiu manter a promessa de amá-la para sempre. 

Como o amor é poderoso! Principalmente o primeiro. Sempre me perguntei o porquê desse poder e nunca obtive resposta, mas ouvindo esta música e lendo a história deste homem cheguei à conclusão de que o primeiro amor não é poderoso porque ele é o primeiro, mas porque ele é o último. Ele é o último que te fará sentir coisas que você não sentirá novamente. E isso não significa que você nunca mais amará alguém, só significa que a partir do momento que você tiver outros relacionamentos, você terá experiência o suficiente para amar de uma outra forma, uma forma mais madura. Maturidade que você não tinha com o seu primeiro amor, o que fez tudo ser tão intenso e consequentemente inesquecível.

O primeiro amor nunca morre, mas isso não significa que você precisa sofrer por ele para sempre. Ele foi uma peça importante e necessária na sua vida, mas que ficou para trás. Você pode pegar todas as coisas boas que você viveu com ele e guardar em um cantinho quente dentro do seu coração, mas sem deixar de seguir em frente e viver novas experiências com os novos amores que você descobrirá pelo caminho.

(…)

You Might Also Like...

No Comments

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.